A bolsa de maternidade do bebê é um dos acessórios mais úteis que faz parte do enxoval. Nela serão guardados todos os itens que a criança vai precisar usar logo após o nascimento até ir para casa. O ideal é que a mamãe deixe a bolsa prontinha já no início do 8

mês de gestação, pois ele pode querer fazer uma surpresinha e chegar antes do tempo previsto!

Mas afinal, o que devemos colocar na bolsa de maternidade do bebê?

Para ajudar as mamães de primeira viagem nós fizemos uma seleção com os artigos considerados indispensáveis e a quantidade certa (sem excessos). Coloque um pacote de fralda tamanho RN e um pacotinho de fralda tamanho P, 4 roupinhas completas (com meia e sapatinho), 3 fraldas de pano, chupeta, pomada e escovinha de cabelo.

Como os pacotes de fralda são volumosos é necessário adquirir uma bolsa de bebê grande o suficiente para acomodar tudo. Nos primeiros meses de vida a bolsa grande continuará sendo muito utilizada sempre que a família tiver que sair de casa. Mês a mês você vai perceber que as necessidades vão, ao longo do tempo tem que a acomodar o trocador portátil, um lanchinho, mamadeira, cartão de vacina etc. Ao adquirir a bolsa do seu bebê dê preferência às que possuem bolsos nas laterais (para mamadeiras), além de bolso frontal.

Por volta de 1 aninho já é possível usar a bolsa de maternidade pequena durante os passeios! Para obter mais economia na hora da compra opte pelo kit de bolsas do bebê. Normalmente ele é composto por 2 Bolsas (pequena e grande) e trocador portátil, mas há ainda a bolsa térmica, frasqueira dentre outros.

Muitas lojas oferecem a opção de personalizar o kit de bolsas de maternidade com o nome do bebê.

Algumas mamães optam pelo conjunto de mala de maternidade do bebê ao invés da bolsa. A mala costuma ser mais prática para acomodar as roupinhas e mais fácil de localizar os objetos, entretanto o espaço interno pode ser pequeno. Por isso, observe atentamente cada modelo

Veja o estilo que mais de adéqua às suas necessidades e boas compras!