Fazer um suco para tomarmos na hora do lanche ou no almoço é muito fácil, mas quando fazemos um suco para o bebê parece que tudo fica mais complicado. Afinal, são muitas as dúvidas que aparecem principalmente para as mamães de primeira viagem. Por isso reunimos algumas dicas bem legais para você, confira!

Quando devemos introduzir as frutas na dieta do bebê
Durante os seis primeiros meses de vida do bebê o leite materno deve ser seu único alimento. Após esse período o organismo da criança precisa de outros nutrientes que só são encontrados em frutas, legumes, verduras e nas carnes.

Escolhendo as frutas
Comece adquirindo as frutas da estação. Elas são mais suculentas e adocicadas e, o melhor de tudo é que apresentam um menor teor de agrotóxicos. As frutas orgânicas são ainda mais saudáveis.

Comece com apenas um tipo de fruta por dia para que o bebê possa perceber e distinguir o sabor do alimento. Os suquinhos devem ser preparados e ingeridos logo em seguida para evitar a perda de algumas vitaminas.

As polpas de frutas e os sucos de caixinha devem ser evitados nessa fase inicial.

Preparando o suco
O suco pode ser feito manualmente, no liquidificador, em uma centrífuga ou extrator de suco. Não há grandes variações no que diz respeito ao teor de nutrientes.

Devo acrescentar água
Os primeiros suquinhos devem ser diluídos em água a fim de evitar cólicas ou diarréia. Use sempre água limpa, filtrada ou fervida. De modo gradual diminua a quantidade de água até que o suco seja oferecido concentrado.

Como adoçar o suco do bebê
A primeira dica é

usar o açúcar com bastante cautela e moderação. Reserve-o para as frutas cítricas como o maracujá e o abacaxi. O mel de abelha só deve ser usado por crianças maiores de 1 ano afim de evitar doenças como o botulismo.

Os bebês, de uma forma geral, adoram suco de laranja. A laranja lima é a mais recomendada por ser menos ácida. O sabor suave da fruta dispensa o uso de qualquer tipo de adoçante.

Qual o açúcar mais indicado
A maioria das famílias tem o hábito de usar o açúcar cristal ou refinado (ambos de cor branquinha), entretanto esses açúcares passam por processos químicos e recebem aditivos para obter essa coloração. Durante o processo de clareamento alguns nutrientes são perdidos, portanto o ideal é usar o açúcar demerara ou mascavo que são mais naturais.

O açúcar mascavo é tão puro que chega a ter o sabor e a cor de rapadura. Por esse motivo os sucos ficam com coloração escura e sabor de rapadura. Uma boa saída para quem não consegue se adaptar a ele é o açúcar demerara.

O açúcar demerara tem a forma de cristais o que dificulta a dissolução, mas você pode colocá-lo no liquidificador até ficar mais fininho. A cor e o sabor do suco praticamente não se alteram.

Variações e combinações
Depois que o bebê se acostumar com os novos sabores comece a acrescentar cenoura ou beterraba para obter sucos ainda mais nutritivos. A laranja combina perfeitamente com a cenoura, a beterraba e o mamão.

As vitaminas (sucos com adição de leite) só devem ser oferecidas alguns meses depois do processo de adaptação.